Votre librairie disponible 24/24 h

Librairie La Galerne - 148, rue Victor Hugo - 76600 Le Havre

02 35 43 22 52

Inversão Sexual: 1. Introdução
Éditeur
INDEX ebooks
Date de publication
Langue
portugais
Fiches UNIMARC
S'identifier

Inversão Sexual: 1. Introdução

INDEX ebooks

Offres

  • AideEAN13 : 9789899776487
    • Fichier EPUB, libre d'utilisation
    • Fichier Mobipocket, libre d'utilisation
    • Lecture en ligne, lecture en ligne
    0.00
A primeira edição integral em português do clássico de Havelock Ellis sobre
homossexualidade.

No final do século XIX, Ellis teve a coragem de publicar abertamente um estudo
detalhado e desapaixonado sobre a problemática da inversão sexual, que
recentemente havia condenado Oscar Wilde à prisão e nos séculos anteriores
classificara os culpados do "nefando pecado" como hereges e degenerados. No 1o
capítulo, Ellis descreve exemplos de homossexualidade entre animais, povos
primitivos e selvagens e apresenta os casos da história clássica e moderna
mais importantes.

Importante para os estudiosos do tema (sexólogos, antropólogos, médicos,
psiquiatras), esta obra é acessível e interessante para todosos que querem
aprofundar o seu conhecimento.

A escrita de Ellis é escorreita e acessível, estando recheada de curiosidades
e apontamentos, como em:

"Holder examinou "botés" esplêndidos fisicamente, atraentes e de perfeita
saúde. Com muita relutância, concordou fazer exames meticulosos aos seus
órgãos sexuais, concluindo que eram completamente normais, embora talvez mais
pequenos do que o seu "physique" faria supor, talvez porque nunca tivessem
sido usados em relações sexuais com mulheres", ou em,

"No Tahiti, no início do século XIX, Turnbull descobriu que "há um conjunto de
homens neste país cuja profissão declarada é tal abominação que a louvável
delicadeza da nossa linguagem não vai permitir que a mencionemos. São chamados
pelos nativos de "mahoos"; assumem o traje, a atitude e os costumes das
mulheres e todos afetam as fantásticas excentricidades e garridices da mais
vaidosa das fêmeas."
S'identifier pour envoyer des commentaires.